2019-10-02

No Cristiano Ronaldo, no party!


Partilha :
No Cristiano Ronaldo
Zidane é - sempre foi - um treinador mediano. O actual treinador do Real Madrid é o mesmo treinador que ganhou 3 Champions League pelos 'merengues'. O actual Real não é colectivamente muito diferente daquele que foi tri-campeão europeu. Sempre disse que o sucesso de Zidane se devia muito mais à qualidade individual de que dispunha do que à sua competência técnico-táctica enquanto treinador. A forma de jogar que preconiza não apresenta nada de muito substantivo ou relevante. Da primeira vez, conseguiu unir o grupo, congregar todos os egos de um plantel soberbo na busca de um objetivo comum, impôs-se naturalmente na qualidade de ex-jogador de eleição. E contou com um Cristiano Ronaldo de excepção que lhe resolveu inúmeros problemas. O craque português foi-se, os outros craques têm hoje mais uns anos e uns títulos em cima, o grupo forte e coeso esvaziou-se, os tempos mudaram e ficaram menos favoráveis em Madrid. Zidane voltou e era hora, agora sim, de montar uma equipa e mostrar o que realmente vale. A verdade é que o Real Madrid não joga nada, apesar de continuar a ter grandes jogadores, e os desaires são agora mais frequentes. Já não há Ronaldo para disfarçar as muitas debilidades colectivas. Zidane continua a ser um treinador mediano. Só a percepção que a maioria tem dele é que mudou...

Sem comentários:

Enviar um comentário